João Cacelas @ 15:33

Seg, 22/09/08

Flagg Miller, professor de Literatura Árabe na Universidade da Califórnia descobriu uma série de poemas da autoria de Osama Bin Laden, ex-líder da Al Qaeda e o maior inimigo dos EUA. 

De facto, e por muito bizarro que seja, todos os grandes tiranos sanguinários da História Mundial adoravam poesia, deixando revelar que por detrás daquela imagem de tipo que adora chacinar multidões há uma criatura sensível e que gosta de ler e escrever poemas...senão vejamos: Adolf Hitler era um apaixonado por poesia; Jorge Nuno Pinto da Costa gosta de recitar poemas para os amigos; Robert Mugabe também aprecia esta nobre forma de escrever; o Bin Laden ao que parece também tem veia de poeta; só o George W. Bush é que não se dedica a esta arte. Não porque não seja um homem sensível, não porque não goste de literatura, mas sim porque pura e simplesmente não tem um cérebro, mas sim muito cócó naquela cabeçita.

 

in Hemiciclo